RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Universidade Federal do Piauí terá primeiro professor surdo da instituição

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) nomeou na manhã desta sexta-feira (15), o primeiro professor surdo da Instituição. O Prof. Me. Luiz Claudio Nobrega Ayres será docente do Curso de Letras/LIBRAS do Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL). Segundo ele, essa é uma importante conquista para os surdos. 

"Irei mostrar para a Universidade que o deficiente auditivo é capaz de passar em um concurso público, porque antigamente isso era algo muito difícil. As pessoas não acreditavam que o deficiente auditivo fosse capaz de fazer parte desse ambiente acadêmico. Então, dentro de toda essa experiência que eu tive, me esforcei bastante e consegui crescer também no âmbito profissional, conseguindo minhas graduações, meu mestrado", diz.
Ele conta que hoje o deficiente auditivo necessita da comunicação dentro desses ambientes e diz que vai aproveitar essa oportunidade para compartilhar informações. Segundo o professor, a preocupação agora é em relação ao ensino, em que vai buscar incentivar os alunos do curso de LIBRAS e das demais áreas.
Luiz Claudio relembra que na época que entrou na universidade a realidade era muito diferente, com maiores dificuldades e limitações. 
Ele conta que quando começou na universidade não tinha um intérprete, a comunicação era muito difícil e eram os amigos que me ajudavam dentro da sala de aula. Ele era o único surdo dentro de uma sala repleta de ouvintes e diz que foi muito difícil conseguir a minha graduação.
"Até que com a aprovação da Lei de LIBRAS tornou-se necessária a presença de um intérprete dentro da universidade e a complicação se deu porque não haviam profissionais para estarem atuando comigo. Então tive que realizar todo um processo para encontrar esse profissional para estar comigo dentro da universidade, e que fosse capaz de me dar a segurança de que eu estava recebendo o mesmo conhecimento que os demais alunos", relata.
Para o Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, é um prazer imenso estar dando posse para o primeiro professor portador de deficiência auditiva da Instituição. 
"O curso de Letras/LIBRAS é um dos mais recentes cursos implantados na Universidade. Esse curso nasceu decorrente da crescente demanda e do entendimento do Governo Federal da necessidade de uma maior inclusão social. É um prazer imenso estar hoje dando posse ao nosso primeiro professor com deficiência auditiva que irá com certeza contribuir muito para o crescimento do curso de LIBRAS na UFPI, pois até então nós só tínhamos professores ouvintes", afirmou.


Dentre os objetivos do Prof. Me. Luiz Claudio está o desenvolvimento de projetos na UFPI na área de LIBRAS. "Eu espero desenvolver projetos na Universidade, ampliar esse leque de opções, principalmente, na área de LIBRAS. Pretendo ampliar a questão dos alunos com deficiência auditiva aqui dentro da Instituição, trazer a comunidade portadora de deficiência auditiva para a Universidade e facilitar a comunicação e a divulgação de conhecimento, contribuindo para mudar o pensamento das pessoas em relação ao surdo e aumentando a inserção de outros professores surdo também".
Luiz Claudio Nobrega Ayres é Graduado em Ciências Contábeis (2002 - UNIPÊ); em Matemática (2009 - FSC/ES); em Letras/LIBRAS (2012 - UFSC); Especialista em Educação Especial e LIBRAS (2009 - IEFICAZ); e Mestre em Tradução e Interpretação de LIBRAS (2011 - RINT).

 http://cidadeverde.com/universidade-federal-do-piaui-tera-primeiro-professor-surdo-da-instituicao-192814

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.