RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quinta-feira, 28 de julho de 2016

CURSO DE CAPACITAÇÃO DE INSTRUTORES SURDOS - São Paulo - Jabaquara



https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1043971525680008&set=gm.1126449064141519&type=3&theater

CURSO DE LIBRAS - São Paulo - Jabaquara



https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1043971322346695&set=gm.1126448817474877&type=3&theater

CURSO DE INGLÊS PARA SURDOS - São Paulo - Jabaquara

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1043971655679995&set=gm.1126449844141441&type=3&theater

Nove piores intérpretes

Nove piores intérpretes

Categoria: Curtas / Animações
País: Estados Unidos
Vídeo: “Nove piores intérpretes” (“Nine Worst Interpreters”)
Línguas: Inglês e American Sign Language (ASL), legendas em Português
A quantidade de bons intérpretes aumenta a cada dia no Brasil. Em escolas, faculdades, eventos, igrejas, aparelhos culturais, filmes, etc., lá estão eles, enchendo os nossos olhos com a riqueza e a potência das línguas de sinais. A despeito disso, como resultado direto dos descuidos (e das desregulamentações) em relação à profissão e à formação desses profissionais, ganham cada vez mais espaço, também, os maus intérpretes. O vídeo “Nine Worst Interpreters” (“Nove piores intérpretes”), do canal Deafies in Drag, retrata com humor essa (trágica) realidade, apresentando tipos comuns e caricatos de TILS. O vídeo possui legendas em Português.



https://culturasurda.net/2016/07/28/nove-piores-interpretes/

Delegada é investigada por prisão de idoso surdo, autista e com Alzheimer

Segundo família, homem se perdeu em DP e entrou em sala de delegada.


Ele chegou a ser levado ao Presídio Central, e só foi liberado após 12 horas.

A Corregedoria da Polícia Civil investiga a conduta de uma delegada de Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, que mandou um homem de 65 anos – que é surdo, autista e ainda sofre de Alzheimer – para o Presídio Central, como mostra o RBS Notícias (veja vídeo). Segundo a família, o idoso é interditado judicialmente.
O caso ocorreu no dia 25 de junho, quando a família dele foi até a delegacia registrar uma ocorrência de tentativa de abuso sofrida pela neta do idoso, de 11 anos. O idoso foi junto porque não podia ficar sozinho em casa, segundo a família. Na delegacia, ele acabou errando o caminho do banheiro e entrou na sala da delegada.

A filha do idoso, não foi identificada, conta que ele entrou por engano na sala. "Ela começou a agredi-lo com palavras, e começou a chama-lo de louco. E ele não ouviu ela pedindo para ele sair. Ela começou a chutar ele e aí chamou os outros policiais, e eles pegaram e derrubaram ele e algemaram."

As mãos e os braços ficaram machucados pelas algemas, como mostram as fotografias e o laudo de atendimento ambulatorial que constatou "agressão com trauma em mãos". A filha diz que tentou alertar os policiais e mostrou documentos que provam que ele é interditado judicialmente. O laudo diz que ele é "autista, desorientado no tempo, espaço, em relação a si mesmo, alienado da realidade e limitado para entender pedidos ou instruções".

"Eles não me deram nenhuma chance de explicar, nenhuma chance de nos defender. E aí ficaram eles debochando do pai o tempo todo, perguntando se ele tinha advogado, perguntando, todos eles riam. Dizendo para ele que se ele estragasse a algema, ele ia ter que pagar outra. Todo mundo rindo."
  •  
Marcas das algemas em braço de idoso preso por delegada em Gravataí, no RS (Foto: Reprodução/RBS TV) 
Marcas das algemas em braço de idoso preso por delegada em Gravataí (Foto: Reprodução/RBS TV)
O idoso foi preso em flagrante acusado de desacato à autoridade e resistência. Ele foi  levado para a cela da delegacia em Gravataí onde passou uma noite sem contato com a família. No outro dia, a filha foi tentar falar com o pai e descobriu que ele tinha sido transferido para o Presídio Central em Porto Alegre.
O advogado da família, Rodrigo Cabral, disse que o idoso chegou a ser levado para as galerias com outros presos. Ele considera "grave" o incidente.  "Ninguém pode bater em um senhor idoso, o Estatuto do Idoso está aí, o segundo (problema) é prender alguém que é interditado, com Alzheimer, com problemas mentais, e mandar ele para o Central. Se achasse, que mandasse ele para o Hospital Psiquiátrico que o lugar de quem tem problemas mentais."

O homem só foi liberado após mais de 12 horas. Na decisão, a juíza homologou o flagrante, mas concedeu a liberdade provisória porque ele é portador de transtornos mentais e comportamentais e interditado.

A promotora Ana Carolina de Quadros Azambuja, que recebeu a denúncia da família no Ministério Público de Gravataí, estranhou o fato da polícia ter pedido a prisão do idoso porque os crimes são de menor potencial ofensivo e o levariam, pela lei, a assinar um termo circunstanciado e ser liberado.

"O Código de Processo Penal ele estabelece, justifica a decretação de uma prisão preventiva quando a pena for superior a quatro anos, o somatório dessas penas máxima não poderia ultrapassar quatro anos. Eu diria que essa situação que aconteceu não é uma situação comum de acontecer", observa a promotora.

Corregedoria abriu investigação
A corregedoria da Polícia Civil está investigando a conduta da delegada. "Iremos avaliar qual foi o procedimento pelos policias e qual foi a conduta dos policias ao atender essa pessoa na delegacia de polícia", explica o corregedor-chefe da Polícia Civil, Andrei Vivan.

O delegado explica que as investigações estão em fase preliminar, de coleta de informações. "Posso aí intensificar as investigações e verificar se haverá consequências nas esferas penal ou só na esfera administrativo disciplinar."

A filha diz que desde o dia em que saiu do Presídio Central, o pai passou a chorar muitas vezes ao dia. "Ele não tinha reação nenhuma quando ele saiu lá de dentro. E o pai é uma pessoa que ele só se enganou, ele só errou. Eles não precisavam ter tido essa atitude com ele."

A equipe da RBS TV procurou a delegada que não quis gravar entrevista antes do depoimento na corregedoria.

http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/07/delegada-e-investigada-por-prisao-de-idoso-surdo-autista-e-com-alzheimer.html?utm_source=facebook&utm_medium=share-bar-desktop&utm_campaign=share-bar

2º CAMPEONATO DE UTSAL DOS SURDOS EM SINOP / MT



https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1261132253921645&set=p.1261132253921645&type=3&theater

EVANGESURDOS - JACAREÍ / RJ

Evangesurdos PIB Jacareí
Estamos organizando van!
Fale conosco!


https://www.facebook.com/ABibliaEmLibras/photos/a.247366048727587.63184.231700160294176/814597522004434/?type=3&theater

CURSO DE LIBRAS - CONTAGEM / MG


Vem aprender a Libras!!! Valorizar a comunicação dos surdos! — em Associação dos Surdos de Contagem.
 
 https://www.facebook.com/Deison.asc/photos/a.389296577934197.1073741829.346192245577964/520445208152666/?type=3&theater

II OFICINA D CLASSIFICADORES DA LIBRAS - JOINVILLE


quarta-feira, 27 de julho de 2016

Curso de Classificadores de Libras - FENEIS / PARANÁ


 
 
 
Nova Turma de Curso de Classificadores de Libras
Faça sua inscrição:
> https://goo.gl/LPt7op
 
https://www.facebook.com/feneisproficial/photos/a.520985551395737.1073741827.510862619074697/655928411234783/?type=3&theater

Cachorro salva mulher surda de atropelamento

Nos Estados Unidos, um cachorro está sendo chamado de herói após conseguir impedir que sua tutora fosse atropelada por um trem.

HD_Guide_HookJoyce é deficiente auditiva e Hook é seu cão de serviço. Ela tem dificuldade para escutar sons do ambiente, principalmente quando está fora de casa.
Os dois estavam atravessando um cruzamento movimentado quando Joyce foi parar no trilho e não ouviu o trem se aproximando. Com o trânsito agitado e o problema de audição, a vida dela corria perigo.
Então Hook começou a pular na tutora e a tirou do trilho. Foi por um triz que o trem não atropelou Joyce.
Não é à toa que Hook está concorrendo ao prêmio de Cachorro Herói no Hero Dog Awards. O vencedor será anunciando em setembro.
Esse ato heróico aconteceu três anos atrás, mas nunca é tarde para receber uma homenagem!

http://www.surdosol.com.br/cachorro-salva-mulher-surda-de-atropelamento/

Jovem catarinense protesta em cinema contra filmes dublados

A estudante de engenharia elétrica Danielle Kraus Machado, com deficiência auditiva, protestou no último domingo (24) em frente ao cinema de São José, em Santa Catarina, devido à ausência de acessibilidade nos filmes do estabelecimento.
Com todas as sessões dubladas, a jovem não pôde assistir às animações A Era do Gelo e Procurando Dory, mas não deixou passar em branco o momento e produziu vários cartazes (abaixo) com críticas e questionamentos.
Confira um trecho do post com mais de 48 mil compartilhamentos:
“(…) tenho perda auditiva bilateral moderada, e mesmo com aparelhos auditivos preciso de legenda. Só que não tinha. Depois de esperar um tempão pelo gerente, ele vem e só fica falando: ‘Você que procure seus direitos então, eu não posso fazer nada, quem decide se é legendado ou dublado é a distribuidora’. Ok, ele “não pode fazer nada”, mas eu posso.
Vai ter resistência.
Vai ter cartaz.
Vai ter denúncia.
Vai ter luta.
Essa luta é por todas as pessoas com deficiência. Então não diga à uma pessoa com deficiência auditiva: ‘Se esse filme não tem legenda é só ver outro, ué, que frescura, quer ver todos os filmes, igual todo mundo’. Já tentei assistir dublado. Mal entendi 3 frases. Não adianta eu querer fingir que não tenho deficiência auditiva.”
Confira os cartazes:
http://revistadmais.com.br/jovem-catarinense-protesta-em-cinema-contra-filmes-dublados/

CURSO DE LIBRAS - RECIFE / PE

https://www.facebook.com/asspe85/photos/a.312355435474335.70164.198067383569808/1107053926004478/?type=3&theater

Starbucks abre loja para inclusão de funcionários surdos

Divulgação
Logo do Starbucks escrito em língua de sinais em loja em Kuala Lumpur na Malásia
Logo do Starbucks escrito em língua de sinais em loja em Kuala Lumpur na Malásia

 
São Paulo – Em Kuala Lumpur, na Malásia, é possível pedir um café com a língua de sinais. Isso porque os funcionários de uma loja da Starbucks na cidade têm deficiência auditiva e se comunicam com sinais. 
É a primeira unidade do tipo, dedicada a incluir pessoas com deficiência auditiva no mercado de trabalho. São 10 baristas com essa deficiência e três ouvintes.
A loja foi criada em parceria com a Sociedade de Intérpretes dos Surdos (SID, na sigla em inglês). A organização irá disponibilizar dois intérpretes para a seleção, treinamento e aconselhamento dos funcionários.
Para aqueles que não sabem a língua de sinais, a rede de cafés oferece uma guia para fazer os pedidos. O caixa também tem uma tela para assegurar que o pedido foi anotado corretamente.
Ao invés de chamar os consumidores pelo nome quando a bebida estiver pronta, o número do pedido será exibido em uma tela.
“Estamos orgulhosos por suportar pessoas com deficiências através de um trabalho gratificante, para criar a cultura de empoderamento e para trazer novas perspectivas para o ambiente de trabalho, o que por fim irá nos tornar uma companhia melhor”, disse Sydney Quays, diretor do Starbucks na Malásia. 

Outros casos

Em fevereiro desse ano, uma conversa entre consumidor e barista de uma loja da Starbucks nos Estados Unidos chamou a atenção.
A conversa em questão foi toda feita na língua de sinais, que a funcionária tinha passado os últimos meses aprendendo para antender a consumidora fiel.
O mesmo aconteceu em um drive-thru. Um consumidor sinalizou seu pedido por meio de uma câmera para a atendente. O vídeo da conversa teve mais de 11 milhões de curtidas desde novembro.

http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/starbucks-abre-loja-para-inclusao-de-funcionarios-surdos

Alfabeto com vocabulário

Alfabeto com vocabulário


























 
http://ildetefips2.blogspot.com.br/2016/04/alfabeto-com-vocabulario.html?spref=fb

Curso de Extensão em Língua de Sinais da UFV recebe inscrições

Prazo vai até 5 de agosto e as aulas começarão no dia 8. Edital de concessão de bolsas para pessoas carentes encerra na sexta (29).

MINAS GERAIS – O Curso de Extensão em Língua Brasileira de Sinais (Celib), da Universidade Federal de Viçosa (UFV) recebe, até 5 de agosto, matrículas para o segundo semestre de 2016.
Os interessados devem acessar o site do Celib ou presencialmente, na casa 12 da Vila Gianetti, das 8h às 13h. Aqueles que foram alunos do Celib no semestre anterior também já podem realizar a rematrícula.
O edital de concessão de bolsas para pessoas carentes das comunidades universitária e viçosense está aberto e se encerrará na sexta-feira (29).
As aulas começarão no dia 8 de agosto. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3899-1931 ou pelo e-mail celib.ufv@gmail.com.

http://www.surdosol.com.br/curso-de-extensao-em-lingua-de-sinais-da-ufv-recebe-inscricoes/

26 de JULHO - DIA DO INTÉRPRETE DE LIBRAS


https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1290744464289282&set=a.744982695532131.1073741848.100000612233177&type=3&theater

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Piadas em LIBRAS: Dra Avoz


Piadas em LIBRAS: Branca de neve e os 8 anões


Piadas em LIBRAS: Madeira


Animação para surdos, criada em Manaus, está no Youtube

Criada por amazonenses, uma série animada que reúne canções infantis e animais da Amazônia está sendo exibida no Youtube. Produzida pela Bloco Studio, de Manaus, ‘A Gigante Floresta’ foi comprada pela Sony Music que apostou na inovação do trabalho.

MANAUS – Além de conteúdo educacional, a série é a primeira com temática ambiental que pode ser assistida também por crianças com deficiência auditiva. “Vai ser o primeiro projeto de canção infantil com tradução em libras feita por um personagem em animação 2D. É uma coisa muito única”, disse o idealizador do projeto e animador Alexandre Sou.
O interesse da gigante japonesa do entretenimento foi imediato. “Meu sócio, Karlus Macarthu, conseguiu um contato da Sony e enviou um e-mail bem despretensioso mostrando o projeto. Na resposta, a empresa informou que curtiu bastante e que tinha interesse em publicar com o selo Vevo. E aí já foi passando para a negociação. A gente não acreditou, foi algo surreal”, comentou Alexandre.
Arara, tatu, preguiça, tamanduá e peixe-boi estão entre os bichos homenageados nas canções, escritas por Alexandre e com produção musical de Macarthu. Com modelo edutainment, a proposta é divertir meninos e meninas de 3 a 7 anos de idade, mas levando, também, valores como preservação, sustentabilidade ambiental e cuidados com os animais. “O projeto surgiu, em 2011, com a intenção de criar um conteúdo com características regionais, mas também com uma vontade minha, pessoal, de criar conteúdo para os meus futuros filhos”, revelou Alexandre.
O vídeo está disponível em:


EQUIPE-2 

Além do canal na web, cujos vídeos renderão um DVD, o projeto será expandido para outras frentes. Um app chamado Arara Play já está disponível para dispositivos móveis Android, mas será relançado, nos próximos meses, com mais jogos.
Livros em formato digital (e-book) também estão nos planos da equipe.   Um já foi lançado com o título ‘Lála, a ararinha’, na Amazon.com.br. A equipe da Bloco Studio terá, ainda, um parque itinerante com todas as atrações inspiradas no projeto. “Vai rodar nos shoppings, onde for preciso. A ideia é expandir ao máximo”, disse Alexandre.

http://www.surdosol.com.br/animacao-para-surdos-criada-em-manaus-esta-no-youtube/

Olimpíadas em LIBRAS - Sinais de algumas modalidades


quinta-feira, 21 de julho de 2016

Porque não devemos limpar nossos ouvidos com cotonete ( saiba mais )


CURSO DE LIBRAS - SP


Jogo da Memória ANIMAIS

 Vamos brincar???
Usando as imagens dos animais e os sinais tirados do Dicionário Trilíngue Capovilla,  podemos criar jogos, um exemplo disso é o Jogo da Memória. Este esta pronto é só imprimir em papel duro e recortar e a diversão está garantida.














http://trabalhandocomsurdos.blogspot.com.br/search/label/Jogo%20da%20Mem%C3%B3ria%20em%20LIBRAS