RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Barack Obama " ILY " sign


Barack Obama " ILY " sign ♥
Barack Obama " ILY " sign ♥

Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprova PNE

Novo texto incorpora algumas das alterações propostas pelo relator e traz pontos de atenção que precisam ser revistos

Plano Nacional de Educação. Ilustração: Alice Vasconcellos e Vilmar Oliveira
O projeto de lei que estabelece o Plano Nacional de Educação (PNE) foi aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, nesta terça-feira, 28 de maio. O novo texto incorporou algumas das propostas apresentadas no início do mês pelo relator, senador José Pimentel (PT-CE), e deixou de fora parte das conquistas alcançadas na votação ocorrida Câmara dos Deputados, no final de 2012. O PNE, agora, deve ser aprovado pelas comissões de Educação, Cultura e Esporte e Constituição e Justiça.

Abaixo, entenda como eram as principais metas aprovadas na Câmara dos Deputados, quais as mudanças apresentadas pelo relator e o que foi incorporado à versão final do texto.

Meta 4: Inclusão

Versão aprovada pela Câmara
"Universalizar, para a população de 4 (quatro) a 17 (dezessete) anos, o atendimento escolar aos(às) alunos(as) com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, preferencialmente na rede regular de ensino, garantindo o atendimento educacional especializado em salas de recursos multifuncionais, classes, escolas ou serviços especializados, públicos ou comunitários, nas formas complementar e suplementar, em escolas ou serviços especializados, públicos ou conveniados."

Proposta apresentada pelo relator no Senado
"Universalizar, para a população de 4 (quatro) a 17 (dezessete) anos, o atendimento escolar aos estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação na rede regular de ensino, ressalvados os casos específicos atestados por laudo médico competente, validado pelos sistemas de ensino."

Versão final aprovada pela CAE
"Universalizar, para a população de 4 (quatro) a 17 (dezessete) anos, o atendimento escolar aos estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação na rede regular de ensino."
O que mudou
No texto aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) não entrou a ressalva à inclusão que havia sido proposta pelo relator, o que é positivo. A nova versão garante a todas as crianças, com ou sem necessidades educacionais especiais, o direito de aprender. Por outro lado, o texto continua sem tratar da existência de salas de recurso, o que é um ponto de atenção. Seria importante que esse direito estivesse explícito na lei.
Meta 5: Alfabetização

Versão aprovada pela Câmara
"Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º (terceiro) ano do Ensino Fundamental."

Proposta apresentada pelo relator e aprovada na CAE
"Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até os oito anos de idade, durante os primeiros cinco anos de vigência do plano; no máximo, até os sete anos de idade, do sexto ao nono ano de vigência do plano; e até o final dos seis anos de idade, a partir do décimo ano de vigência do plano."
O que mudou
A CAE manteve a meta proposta pelo relator, que define os seis anos como prazo final para a alfabetização de todas as crianças. Ao estabelecer a idade como critério, o texto ignora o fato de que os pequenos aprendem em ritmos diferentes. Além disso, o objetivo proposto é praticamente impossível de ser atingido. "É muito difícil garantir a alfabetização plena no primeiro ano escolar a crianças que não tenham ido à pré-escola, que chegaram à escola em idade atrasada, que têm pais com pouca escolaridade e que não têm a presença de livros em casa, por exemplo", comenta Maria Malta Campos, pesquisadora da Fundação Carlos Chagas (FCC).
Metas 11 e 12: Expansão do Ensino Técnico e do Superior

Versão aprovada pela Câmara
Meta 11: "Triplicar as matrículas da educação profissional técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta e pelo menos 50% (cinquenta por cento) da expansão no segmento público."
Meta 12: "Elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior para 50% (cinquenta por cento) e a taxa líquida para 33% (trinta e três por cento) da população de 18 (dezoito) a 24 (vinte e quatro) anos, assegurada a qualidade da oferta e expansão para, pelo menos, 40% (quarenta por cento) das novas matrículas, no segmento público."

Proposta apresentada pelo relator

Meta 11: "Triplicar as matrículas da educação profissional técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta e pelo menos 50% (cinquenta por cento) de gratuidade na expansão de vagas."

Meta 12: "Elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior para 50% (cinquenta por cento) e a taxa líquida para 33% (trinta e três por cento) da população de 18 (dezoito) a 24 (vinte e quatro) anos, com qualidade de oferta, assegurada gratuidade para, pelo menos, 40% (quarenta por cento) das novas matrículas geradas pela expansão."

Versão final aprovada pela CAE
Meta 11: "Triplicar as matrículas da educação profissional técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta e pelo menos 50% (cinquenta por cento) de gratuidade na expansão de vagas."
Meta 12: "Elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior para 50% (cinquenta por cento) e a taxa líquida para 33% (trinta e três por cento) da população de 18 (dezoito) a 24 (vinte e quatro) anos, assegurando a qualidade de oferta."
O que mudou
A redação definida pela CAE difere pouco da proposta feita pelo relator, mantendo os mesmos problemas. O texto defendido no ano passado pela Câmara dos Deputados falava em "expansão de vagas no segmento público", deixando clara a responsabilidade do estado de ampliar a oferta de Ensino Técnico e Superior em escolas públicas e a construção de novas unidades.

As propostas do relator e da CAE eximem o Governo dessa responsabilidade. Ao excluir do texto a palavra "público", o PNE abre espaço para a privatização do ensino. "Privilegiam-se assim ações como o Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), parcerias entre governo e empresas privadas, fortalecendo ainda mais esse setor, sem assegurar a mesma qualidade oferecida nas escolas e universidades públicas", explica Valdemar Sguissardi, professor aposentado da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar).
Meta 20: Investimento

Versão aprovada pela Câmara
"Ampliar o investimento público em Educação Pública de forma a atingir, no mínimo, o patamar de 7% (sete por cento) do Produto Interno Bruto - PIB do País no 5º (quinto) ano de vigência desta Lei e, no mínimo, o equivalente a 10% (dez por cento) do PIB ao final do decênio."

Proposta apresentada pelo relator

"Ampliar o investimento público em Educação de forma a atingir, no mínimo, o equivalente a dez por cento do Produto Interno Bruto (PIB) ao final do decênio."

Versão final aprovada pela CAE
"Ampliar o investimento público em Educação de forma a atingir, no mínimo, o patamar de 7% (sete por cento) do Produto Interno Bruto - PIB do País no quinto ano de vigência desta Lei e, no mínimo, o equivalente a 10% (dez por cento) do PIB ao final do decênio."
O que mudou
Os mesmos problemas apontados com relação às metas 11 e 12 se repetem na meta 20. O texto aprovado pela CAE mantém a proposta do relator de trocar "Educação Pública" por somente "Educação". Com isso, os 10% do PIB deverão englobar também repasses ao setor privado, por meio de convênios e parcerias. Os valores que realmente irão para a escola pública serão menores do que o esperado.

A versão da CAE, por outro lado, tem um ponto positivo que é trazer de volta a meta intermediária de investimento. A existência desse parâmetro será importante para o acompanhamento do trabalho que foi feito pelo governo para alcançar o patamar de recursos esperado.
Com apuração de Wellington Soares. Editado por Elisa Meirelles

 http://revistaescola.abril.com.br/politicas-publicas/comissao-assuntos-economicos-senado-aprova-plano-nacional-educacao-742696.shtml?utm_source=redesabril_fvc&
utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_novaescola&

RESPONDE AÍ! O QUE PODEMOS FAZER PARA MELHORAR A INCLUSÃO EM NOSSO PAÍS?


CURSO DE LIBRAS E OFICINA DE LIBRAS EM JUAZEIRO


quarta-feira, 29 de maio de 2013

WORKSHOP DE LIBRAS NA ÁREA DA SAÚDE


Foto
 
 
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=238180012973509&set=a.113937388731106.5903.100003445376356&type=1&theater

FESTA JUNINA 23013 - APASMA MAUÁ - SP

Apasma Mauá.

@[100001492086117:2048:Márcia Cristina Pereira Marcinha], @[100001937654967:2048:Eliana Anselmo], @[100000003021879:2048:Luciana Bonini Signorette], @[1616043712:2048:Bene Barbosa], @[100002284485125:2048:Daisy Della Santa Pereira], @[100002552410215:2048:Elisabete França],@[100000472029941:2048:Eli Correia], @[1635213646:2048:Regiane Barelli]

RYBENÁ - Campanha de Identificação de Usuários de LIBRAS


Solução Rybená de Acessibilidade para web.

http://www.grupoicts.com.br/

Campanha de Identificação de Usuários de LIBRAS

Estimado (a),

O Rybená, em parceira com outras instituições voltadas ao atendimento a comunidade surda, lança o Símbolo de Identificação de Usuários de Língua Brasileira de Sinais - Libras.

Nosso objetivo é que as pessoas usuárias de Libras sejam facilmente identificadas em locais públicos, assim como ocorre com profissionais usuários de língua faladas (inglês, espanhol, etc.) que por meio de pins/bottons de bandeiras nacionais são reconhecidas suas habilidades linguísticas.

Assim, oferecemos a você um PIN e pedimos que o mesmo seja utilizado cotidianamente. Desta forma, você se torna conosco um multiplicador dessa ideia.

Para mais informações, contate-nos.

Renato Prestes Presidente do Grupo ICTS
Solução Rybená de Acessibilidade para web.

http://www.grupoicts.com.br/

Campanha de Identificação de Usuários de LIBRAS

Estimado (a),

O Rybená, em parceira com outras instituições voltadas ao atendimento a comunidade surda, lança o Símbolo de Identificação de Usuários de Língua Brasileira de Sinais - Libras.

Nosso objetivo é que as pessoas usuárias de Libras sejam facilmente identificadas em locais públicos, assim como ocorre com profissionais usuários de língua faladas (inglês, espanhol, etc.) que por meio de pins/bottons de bandeiras nacionais são reconhecidas suas habilidades linguísticas.

Assim, oferecemos a você um PIN e pedimos que o mesmo seja utilizado cotidianamente. Desta forma, você se torna conosco um multiplicador dessa ideia.

Para mais informações, contate-nos.

Renato Prestes Presidente do Grupo ICTS
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=470128186391512&set=a.116536285084039.15713.100001830057044&type=1&theater

Pessoal não percam! É necessário fazer sua inscrição, abertura hino nacional com os alunos do Seli e profº Marcelo Bessa e intérprete de Libras do Seli para todo o evento.
Aguardamos vocês!
 
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=379184852190932&set=a.104173596358727.7971.100002982603569&type=1&theater

FESTA JUNINA - ASSPE - Associação de Surdos de Pernambuco

Divulguem!!! 

www.asspe.com.br

Cine Shake!!

Próxima QUINTA, 30/05 - Cine Shake!!

17h00 as 19h00= Shake
19h00 = Cine


 Série: SWITCHED AT BIRTH

A série Switched at Birth conta a história de duas adolescentes que foram trocadas na maternidade. Bay Kennish cresceu em uma família rica, com seus pais e um irmão. Enquanto isso, Daphne Vasquez cresceu filha de mãe solteira. A garota contraiu meningite quando criança, ficando SURDA. A situação se torna dramática quando as famílias se encontram e precisam aprender a viver juntas, para
o bem das garotas.

Rua Pelotas, 302 f, Vila Mariana de Oliveira, São Paulo, SP
PERTO DO METRO ANA ROSA - RUA DO SESC VILA MARIANA


IV Congresso Nacional de Inclusão Social do Negro Surdo

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=3105818900595&set=a.3105814100475.1073741828.1717952992&type=3&theater

TV para surdos exibe desenhos, piadas e telejornais; saiba mais


FAZENDO A DIFERENÇA

"Piadas em Libras" é um programa da TV INES
“Piadas em Libras” é um programa da TV INES
A TV INES é a primeira emissora voltada para o público deficiente auditivo brasileiro. Criada pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos, o canal reproduz em LIBRAS, Linguagem Brasileira de Sinais, todo conteúdo da programação.
Segundo estimativas divulgadas pela diretora do INES, Solange Rocha, o Brasil possui cerca de 5 milhões de surdos, números mais do que suficientes para fazer jus à existência de uma emissora voltada para este público.

Saiba mais

Veiculada apenas via Internet (clique AQUI para acessá-la), a TV INES ambiciona chegar à TV aberta. A emissora possui uma programação variada, que vai de programas humorísticos como o “Piadas” a informativos como o “Tecnologia”, que mostra novidades e avanços tecnológicos que podem facilitar a vida dos deficientes auditivos.
Outras atrações, como filmes e desenhos animados, são adaptadas pela TV INES, que reedita as imagens e insere um quadro com linguagem de LIBRAS e legendas na tela. São os casos do “Salto para o Futuro”, “Via Legal”, “Brasil Eleitor”. Há ainda o “Jornal Visual” em três edições diárias, único telejornal dedicado aos deficientes auditivos no Brasil.
A meta agora é produzir mais conteúdo, ampliando o menu de títulos feitos pelo canal e reduzindo assim a parcela de programas adaptados. A emissora conta hoje com programação diária de oito horas e sua operação ainda é tratada como experimental.


 http://rd1.ig.com.br/televisao/esta-no-ar-a-primeira-tv-para-surdos-do-brasil/182042

Alunos e professores da Universidade de Brasília - UnB - receberem o PIN da Campanha de Identificação de Usuários de Libras. - RYBENÁ

No dia 27/05 foi a vez de alunos e professores da Universidade de Brasília - UnB - receberem o PIN da Campanha de Identificação de Usuários de Libras. O aluno Saulo Machado representou o corpo discentes e os professores Patrícia Tuxi e Messias Ramos representaram os docentes da instituição. A UnB vêm se tornando uma referências nos estudos surdos no Brasil e agora também na promoção de acessibilidade às pessoas surdas. 



II FESTIVAL DE LIBRAS - PE

Terá apresentações de teatro, musicas, poetas e etc

Adesão da FENEIS/DF a Campanha de Identificação de Usuários de Libras. RYBENÁ

Dia 23 de maio foi o dia da FENEIS/DF aderir a Campanha de Identificação de Usuários de Libras. Os diretores e professores de Libras da instituição receberam das mãos do presidente do Grupo ICTS, Renato Prestes, o PIN da Campanha. Estiveram presentes o o diretor regional João Paulo Vitorino, Alliny Andrade, Lúcia Maria de Souza, Rogério Feitosa e a diretora do Celes Mariana Rolla. — em Brasília.

Oficina Teórica e Prática para Intérpretes de Língua de Sinais.


FESTA JUNINA - ASSOCIAÇÃO DOS SURDOS - CONTAGEM - MG


5ª Copa Centro Oeste de Futsal dos Surdos em Campo Grande - MS





terça-feira, 28 de maio de 2013

INES faz DVD explicativo sobre Implante Coclear

20130430_150520
Recebi da Mônica Campello – Fonoaudióloga e Professora do Instituto Nacional de Educação de Surdos – um DVD explicativo sobre Implante Coclear. Abaixo reproduzo o release informativo sobre o mesmo:
“O Instituto Nacional de Educação de Surdos – INES – apresenta o DVD sobre Implante Coclear,  buscando atender a crescente demanda de  conhecimento sobre o tema.
Identificamos algumas questões  recorrentes do tipo: O que é Implante Coclear? Quais são as  possibilidades de indicação? Quem indica? Com o implante, a pessoa deixa de ser surda? Como fica a relação com a Língua Brasileira de Sinais – Libras e com a Língua Portuguesa quando se usa o Implante Coclear? Há  riscos na cirurgia e depois dela? Quais são? Há restrições? Quais?
Constantemente recebemos pais de crianças surdas, alunos do Instituto e de outras  Instituições, pessoas surdas e professores da rede regular que recebem  alunos com Implante Coclear em suas turmas, com inúmeras dúvidas além  dessas destacadas acima. Em relação aos professores, a dúvida mais  recorrente é como lidar pedagogicamente, linguisticamente e socialmente, nos diversos contextos escolares, com o aluno implantado. Nas  Assessorias Técnicas que prestamos em âmbito nacional e nas Oficinas de  Trabalho que também realizamos, o tema Implante Coclear é cada vez mais  presente proporcionando intensos debates com diferentes posicionamentos.
O fato é que o Implante Coclear é uma realidade e o Instituto Nacional de Educação de Surdos, Centro de Referência Nacional na área da surdez,  tem como uma de suas missões institucionais produzir e divulgar  conhecimentos científicos e tecnológicos neste campo. Sendo assim,  apresentamos o presente DVD “Implante Coclear – conhecendo a tecnologia” que, partindo de diversos pontos de vista, procurou evitar a dicotomia  contra ou a favor do tema. Nosso interesse é esclarecer algumas  dúvidas e inserir o assunto no grande debate quanto à construção de uma  Educação Bilíngue de qualidade para o aluno surdo brasileiro.
E agora, ficou mais facil ainda de assistir este video, pois o INES  disponibilizou o mesmo em sua TV INES, com 44 minutos de duração: http://tvines.com.br/video.php?idVideo=36
O DVD é distribuido apenas para pessoa juridica. Ele é gratuito, pois dessa forma um maior número de pessoas poderá assistir. Quando  pessoa física é a interessada em receber o DVD basta escrever um email para diesp@ines.gov.br justificando sua solicitação que após avaliado poderá (ou não) ser atendida. Como recebemos um número muito grande de solicitações existe uma orientação para isso de forma que possamos atender a todos.”
O QUE EU ACHEI: Primeiro, devo parabenizar o INES pela iniciativa, especialmente porque o IC é uma realidade e vai ser cada vez mais e mais. Desmistificar o assunto para quem não o conhece é essencial. Se hoje, graças à tecnologia, os pais de crianças surdas têm a opção real de dar ao seus filhos a chance de OUVIR, é lógico que a esmagadora maioria deles fará isso. Aliás, porque não o fariam? O SUS cobre a cirurgia! Particularmente, se eu tivesse um filho surdo faria tudo o que estivesse ao meu alcance para dar a ele a chance de se deliciar com o mundo sonoro. Sabemos que existem casos e casos, mas negar as maravilhas proporcionadas por um implante coclear bem feito e bem adaptado é negar os avanços da ciência e da medicina – não faz sentido algum. Como foi dito no release do INES, o tema traz intensos debates com diferentes posicionamentos. Portanto, a iniciativa é louvável e o DVD tem tanto legendas quanto intérprete de Libras.

 http://cronicasdasurdez.com/ines-faz-dvd-explicativo-sobre-implante-coclear/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+CronicasSurdez+%28Cr%C3%B4nicas+da+Surdez%29

sexta-feira, 24 de maio de 2013

A SABEDORIA QUE EXISTE NO SILÊNCIO


O filme de Contos em LIBRAS é o Cântaro Milagroso

Olá comunidade surda,
O filme de Contos em LIBRAS é o Cântaro Milagroso, apresentado Leandro Rodrigues no programa Contador de História para criança, você vai assistir aqui na TV INES, conhecer o informção e a novidade da Internet.

 PARA ASSISTIR...

Acesse: http://tvines.com.br/video.php?idVideo=14

FONTE:
http://www.facebook.com/photo.php?fbid=10201062957597340&set=a.1619946619790.89212.1270150655&type=1&theater

CURSOS PARA SURDOS

 
 
NÃO PERCAM ESSA OPORTUNIDADE!!!
DESCUBRA O ARTISTA QUE EXISTE EM VOCÊ...

O Artista Plástico Raimundo Santos, de Salvador - BA, estará presente em nossa Instituição Ires Casa de Libras , para oferecer uma semana de curso de pintura em tela INTEIRAMENTE GRÁTIS. Início dia 27/05.

INSCRIÇÕES ABERTAS E LIMITADAS PARA SURDOS E PESSOAS COM MÚLTIPLAS DEFICIÊNCIAS.
RESTAM POUCAS VAGAS... INSCREVA-SE JÁ!!!
(82) 3327-9006/ (82) 9331-5526
 
 

FEIRA CULTURAL - A SURDEZ EM FOCO - FENEIS


DESAFIO - DESCUBRA O SINAL


DESAFIO - ESTE SINAL É MUITO GOSTOSO...QUAL É?

CONFIGURAÇÃO EM Y COM DUAS MÃOS. COM MOVIMENTOS CIRCULARES COM OS DEDOS MÍNIMOS.

DESAFIO - ESTE É FÁCIL...

Movimento circular no tronco com a Configuração de mão em S.


DESAFIO - ESTE É FÁCIL...VOCÊ SABE?

 Configuração da mão aberta formando um C com os dedos tocando no rosto. 

DESAFIO - QUE SINAL É ESTE?

A mão direita com o indicador e o menor de todos tocando no braço esquerdo.

DESAFIO - ESTE SINAL DEDICO A TODOS MEUS ALUNOS. KKKK - QUE SINAL É ESTE?

Mãos abertas uma em cima da outra com movimento continuo.

DESAFIO - QUE SINAL É ESTE?

 A letra P do lado da testa.

DESAFIO - QUERO VER QUEM ACERTARÁ.


DESAFIO - QUEM CONHECE ESTE SINAL?

 Mão em B no lado esquerdo do peito.

DESAFIO - QUEM IRÁ ACERTAR? QUE SINAL É ESTE?

 

CM da mão aberta com movimentos para um lado e para o outro.

DESAFIO - QUERO VER QUEM ACERTA ESTE.

Mão semi-aberta no tronco.

DESAFIO -QUAL O SINAL?

 Mãos abertas unidas e tocam-se duas vezes. 

DESAFIO - CONHECE ESTE SINAL?

A mão esquerda de lado e a direita aberta com movimento para baixo e para cima.



DESAFIO - QUAL O SINAL?


DESAFIO - ESTE SINAL VOCÊ CONHECE NÉ?


DESAFIO - ESTE SINAL VOCÊ CONHECE?

Com movimento para baixo.

DESAFIO - CONHECE ESTE SINAL?

                                                                
                                                              Movimento para os lados.

DESAFIO - QUAL O SINAL?

Configuração em A de abre para os lados.

DESAFIO - QUE SINAL É ESTE?

Primeiro configuração em S e depois termina em L.

DESAFIO - QUERO VER SE VOCÊ CONHECE ESTE SINAL...

Com movimentos para fora.

DESAFIO - E ESTE SINAL...VOCÊ CONHECE?

Veja a mão Configuração da Mão em F. Com movimento para frente.

DESAFIO - CONHECE ESTE SINAL?


DESAFIO - SABE QUAL É ESTE SINAL?