RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Contagem inaugura a primeira Central de Libras da RMBH

Iniciativa vai propiciar a comunicação e a acessibilidade da pessoa deficiente auditiva

Elias Ramos
Contagem foi o primeiro município a ter uma secretaria voltada à pessoa com deficiência e, agora, é primeiro na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e um dos primeiros no Estado, a ter uma Central de Libras.
A iniciativa da prefeitura, por meio da Secretaria da Pessoa com Deficiência, Mobilidade Reduzida e Atenção ao Idoso (Sepedi), em parceria com a Associação dos Surdos de Contagem (ASC), vai possibilitar a inclusão e acessibilidade da pessoa deficiente auditiva ou surda-cega ao fornecer, de forma gratuita, o serviço de interpretação em Língua Brasileira de Sinais (Libras) e/ou outros métodos assemelhados. A Central de Libras funciona na ASC, localizada à rua Riso do Prado, 198, no bairro Eldorado.
Para o vice-prefeito João Guedes, a Central de Libras marca a queda de barreiras na acessibilidade dos deficientes. "Muitos deixam de requerer seus direitos devido à falta de informação, pois não conseguem se comunicar da forma adequada. A central vai ajudar a inseri-los na sociedade".
De acordo com o secretário da Pessoa com Deficiência, Mobilidade Reduzida e Atenção ao Idoso, Hamilton Lara, a central vem atender a uma demanda antiga dos deficientes. Segundo ele, ao assumir a Sepedi um dos objetivos foi levantar as demandas reprimidas para tentar contemplá-las. "Sensibilizamos o prefeito no sentido de conveniar com a ASC, para montar a central e atender, principalmente, os deficientes auditivos do município. Mas não vamos parar por aqui. Nosso objetivo é integrar todas pessoas com deficiência na comunidade".
O presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcelo Lino, destacou a necessidade de prestigiar e dar voz à Língua Brasileira de Sinais, que é a identidade da comunidade surda e como se conhecem e reconhecem. "Hoje estamos dando um passo importante na nossa história, no sentido de consolidar as políticas de atendimento da pessoa com deficiência no município. A central é um espaço que dá autonomia ao surdo e o possibilita usufruir daquilo que lhe é direito. Contagem sai à frente numa atitude inovadora e corajosa".
A história da associação foi lembrada pelo vereador Arnaldo de Oliveira. Ele ressaltou a dedicação e esforço da diretoria e associados que vêm alcançando conquistas e ocupando seu espaço ao longo dos anos. "Hoje a celebração de implantação da Central de Libras é um marco para a administração Carlin Moura em nossa cidade. Parabenizo o empenho de todos que acreditaram, se envolveram e se empenharam para tornar o projeto uma realidade, que vai mudar a vida das pessoas deficientes surdas do nosso município".
O presidente da Associação dos Surdos de Contagem, Daison Andrade, relatou que a sede construída em novembro de 1988 atendeu a uma necessidade de criar um espaço para os surdos se encontrarem e, hoje, ela é uma referência na RMBH. Segundo ele, a associação trabalha para romper essas barreiras de comunicação. "Por vezes, acontece dos pais de um deficiente auditivo rotularem o filho de levado ou indisciplinado por não conseguirem estabelecer uma comunicação direta com ele. Aqui nós orientamos e auxiliamos as famílias a fazerem esta conexão e incentivamos a inserção social destas pessoas", destacou.
"Sinto um grande orgulho de Contagem ser o primeiro município a implantar uma Central de Libras. Precisávamos desta referência. Isso é motivo de muita honra e felicidade para todos nós", afirmou a deficiente auditiva, instrutora de Libras e moradora do bairro Santa Cruz, Marina Teles.
Segundo ela, muitas vezes, os surdos, encontram dificuldades, assinam papéis em bancos sem saber ao certo o que estão assinando. "Ficávamos deduzindo. Agora, com esta possibilidade de comunicação, nós estamos mais tranquilos".
Central de Libras
A central disponibiliza intérpretes, em local e horário, previamente agendados, para acompanhar pessoas deficientes auditivas em hospitais, tribunais, delegacias e outros locais de atendimento público. Além disso, é possível fazer o atendimento virtual, já que o local é equipado com terminais de computador e webcam, o que possibilita a utilização, online, da Língua Brasileira de Sinais (Libras).
A coordenadora da Central de Libras, Marina Santos Braga, explicou que os interessados em utilizar o serviço devem efetuar o cadastro, gratuito, na associação, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para o cadastro é necessário apresentar documento de identidade, CPF, comprovante de endereço, audiologia ou cartão benefício, emitido por um órgão público, ou um documento médico que ateste a deficiência auditiva.
O serviço pode ser solicitado pessoalmente na sede da ASC ou pelos e-mails/skype centraldelibrascontagem1@outlook.com e centraldelibrascontagem2@outlook.com. Caso o deficiente auditivo possua um amigo ou familiar ouvinte para auxiliá-lo, pode efetuar o agendamento também pelo telefone 31 2567-7741. As solicitações de acompanhamento devem ser efetuadas com pelo menos 24 horas de antecedência, para que possamos agendar o intérprete.
Acessibilidade
Além da Central de Libras, a Prefeitura de Contagem, por meio da Sepedi, realiza o Programa Sem Limite que transporta pessoas com deficiência com restrição motora grave para atendimentos médicos, escolas e fisioterapia. São, 25 vans custeadas pelo município que fazem o atendimento a mais de 200 cadeirantes em vulnerabilidade social.
Serviço:
Central de Libras de Contagem
Local: Associação dos Surdos de Contagem (rua Riso do Prado, 198, no bairro Eldorado)
Horário: 8h às 17h – segunda a sexta-feira
Informações: e-mails/skype centraldelibrascontagem1@outlook.com e centraldelibrascontagem2@outlook.com.

Bate-papo em Libras
Dia: sempre às sextas-feiras, às 19h

Local: Associação dos Surdos de Contagem (rua Riso do Prado, 198, no bairro Eldorado)

 http://www.contagem.mg.gov.br/?materia=775889

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.