RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Envelhecimento e sons muito altos podem reduzir a capacidade auditiva

8/09/2012 10h26 - Atualizado em 18/09/2012 11h54

Audição costuma ser boa até os 30 anos; má alimentação também prejudica.
Perda auditiva pode causar o zumbido, que tem prevenção e tratamento.

Do G1, em São Paulo
26 comentários
Ter uma boa audição é normal até os 30 anos, mas após essa idade, a capacidade auditiva vai se perdendo por causa do envelhecimento natural, da exposição a ruídos ou sons altos, de hábitos errados, como má alimentação ou uso constante do fone de ouvido, ou até mesmo doenças.
Segundo a otorrinolaringologista Tanit Sanchez, uma audição considerada normal consegue captar a freqüência de um assobio de um pássaro (8 mil hertz) e um volume de uma gota de água caindo (25 decibéis). A perda auditiva pode causar também o zumbido, um incômodo que pode parecer um apito, um chiado, uma cachoeira ou até o barulho de uma panela de pressão.
Arte Zumbido Bem Estar (Foto: Arte/G1)
O zumbido pode causar dificuldade de compreensão de sons, assim como acontece com a audição de pessoas com mais de 50 anos. Essa perda auditiva atinge 90% dos pacientes com zumbido e, para ajudar, é indicado o uso de aparelhos auditivos.
Como explicou a fonoaudióloga Katya Freire, esse aparelho ajuda a amplificar o som para levá-lo ao cérebro. Existem quatro tipos de aparelhos, o retroauricular, o miniretroauricular, o intracanal e o microcanal, e quem indica esse tratamento é o otorrinolaringologista, após avaliar o caso e identificar se não pode ser tomada outra medida, como dieta, medicação ou cirurgia, por exemplo.
Após a indicação, o paciente deve procurar um fonoaudiólogo para fazer o teste do aparelho. Depois desse processo, é feito o acompanhamento com os dois médicos. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece aparelhos simples e intermediários, que custam respectivamente R$ 3 mil e R$ 6 mil. Os tipos de tecnologia avançada chegam a custar R$ 9 mil.
Pessoas que têm zumbido devem evitar a cafeína em excesso, que estimula o sistema nervoso e pode piorar ainda mais o incômodo. Outros fatores como o excesso de açúcar, álcool, alimentos gordurosos e jejum prolongado também podem intensificar o zumbido.
Por isso, um dos tratamentos para o zumbido é a correção de hábitos alimentares. Além disso, o paciente também pode tomar medicamentos, tratar alterações na boca ou nos dentes e desativar alguns nódulos dolorosos encontrados nos músculos perto do ouvido. Em alguns casos, é possível curar, mas existem situações que o zumbido é apenas controlável.
Arte Zumbido Bem Estar Dicas (Foto: Arte/G1)
É importante também tranqüilizar o paciente em relação ao problema, que não é grave e não tende a progredir.
Pessoas que ficam com receios de complicações maiores, como doenças graves ou surdez, podem aumentar ainda mais o som e podem também se automedicar, o que é totalmente contra indicado porque alguns medicamentos são tóxicos para os ouvidos e podem piorar o zumbido.
Barulhos de shows, motocicletas, serras elétricas, festas, danceterias e até o fone de ouvido também podem influenciar o zumbido. Para que isso não aconteça, é indicado utilizar um protetor de ouvido e fazer intervalos de 5 a 10 minutos a cada hora de exposição a esses sons.
 http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2012/09/envelhecimento-e-sons-muito-altos-podem-reduzir-capacidade-auditiva.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.