RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

sábado, 6 de junho de 2015

Deficiente auditiva morre após ser espancada por assaltantes em Guarujá

Deficiente auditiva morre após ser espancada por assaltantes em Guarujá

Crime ocorreu na tarde de quinta-feira. Vítima trabalhava em uma pastelaria como cozinheira há mais de 20 anos

Guarujá foi palco de mais um triste episódio de violência. Na tarde desta quinta-feira (4), uma deficiente auditiva, de 40 anos, foi brutalmente assassinada após o estabelecimento onde trabalhava, na Praia das Pitangueiras, ser assaltado. Testemunhas apontam três supostos menores com roupas de surfista como os autores do crime.
O crime ocorreu na Rua do Contorno, 517, e toda a ação dos bandidos foi flagrada por câmeras de monitoramento. Segundo informações do boletim de ocorrência, Andréia dos Santos Pereira foi espancada com um objeto contundente. A família afirma que a agressão foi cometida com as grelhas de um fogão industrial. Em decorrência das lesões, sofreu uma parada cardiorrespiratória.
 Segundo informações de um familiar da vítima, Jonatas Diniz, Andréia trabalhava em uma pastelaria como cozinheira, havia mais de 20 anos. Ainda de acordo com ele, o crime teria ocorrido em uma cozinha localizada fora do estabelecimento comercial, por volta das 13 horas.
“Ela estava sozinha na hora do crime porque o preparo dos pastéis era feito em um outro estabelecimento. Os bandidos entraram no local e anunciaram o assalto. Mas, por ser deficiente auditiva, ela acabou não entendendo o que o trio havia dito. Na sequência, com grelhas de um fogão industrial, eles a espancaram brutalmente”, lamenta.
Ainda conforme Diniz, após o trio deixar o local, testemunhas teriam entrado em contato com a proprietária da pastelaria. “Estranharam (testemunhas) a presença deles no local e acionaram a dona da pastelaria, que nos ligou imediatamente”.
Crime ocorreu em um estabelecimento na Rua do Contorno, em Guarujá   
Desacordada, Andréia foi removida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para um hospital da Cidade. A cozinheira foi diagnosticada com traumatismo craniano em decorrência das lesões. Pouco depois de ter dado entrada na unidade hospitalar, ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu.
“O que mais choca é a brutalidade. Eles a agrediram até a morte. Ela já chegou no hospital entre a vida e a morte e logo foi entubada”.
 O caso foi registrado na Delegacia Sede de Guarujá, onde as imagens do circuito de monitoramento do estabelecimento também foram entregues. Nenhum dos envolvidos, por enquanto, foi localizado.
De acordo com Diniz, na tarde desta sexta-feira (5), o corpo de Andréia, que deixa um filho de 16 anos, será velado e sepultado no Cemitério de Vicente de Carvalho.
 
 http://diariodosurdo.com.br/2015/06/deficiente-auditiva-morre-apos-ser-espancada-por-assaltantes-em-guaruja/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.