RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

domingo, 14 de junho de 2015

Comissão aprova central telefônica para intermediar comunicação de surdos


img201504061851576791726MED 

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (10), projeto do deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) que obriga as empresas de telefonia celular a manterem centrais 24 horas para intermediar as ligações feitas por pessoas surdas.
A intermediação da ligação será feita por mensagens de texto ou vídeo, ou outra forma mais moderna que surgir. As centrais também terão que fornecer atendimento para as pessoas surdas contratarem serviços ou resolverem problemas com as operadoras.
O projeto (PL 19/15) altera as leis 9.472/97 (Lei Geral de Telecomunicações) e 10.098/00, que trata dos direitos das pessoas com deficiência.
Nova versão
A proposta foi aprovada na forma de substitutivo apresentado pelo relator na comissão, deputado Celso Pansera (PMDB-RJ). Segundo ele, a nova versão adequou a redação do projeto à legislação existente, sem alterar o espírito do projeto do deputado Otavio Leite, que ele elogiou.
Ele explicou que já existem decretos do Executivo e regulamentos da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) prevendo a manutenção de centrais para intermediar ligações de pessoas surdas, mas o atendimento é feito apenas por meio de mensagens de texto.
O projeto aprovado obriga também o uso de vídeo, para que os clientes surdos possam se comunicar com a central por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras).
Incentivo
Para financiar a instalação das unidades de atendimento 24 horas, o projeto traz dois benefícios. Primeiro, autoriza a Anatel a estabelecer subsídio ou apoio financeiro para a implantação das centrais.
Depois, as empresas de telefonia móvel poderão usar a implantação das centrais para quitar débitos ou compromissos assumidos com a Anatel.
Os incentivos foram elogiados pelo relator. “O projeto, ao mesmo tempo em que estabelece a obrigatoriedade da oferta da intermediação mediante imagem e vídeo, também oferece às prestadoras de telefonia celular fontes alternativas de recursos para fazer frente às despesas decorrentes da implementação da iniciativa”, disse Celso Pansera.
Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado agora nas comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Fonte: Câmara dos Deputados

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.