RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

sábado, 4 de julho de 2015

Convênio beneficia crianças e adolescentes com deficiência auditiva - RJ

IMG_20150630_142200663 

Estado do Rio de Janeiro – FMDDCA e AMADA celebraram um convênio que irá beneficiar crianças e adolescentes surdos.

O Fundo Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDDCA) e a Associação Macaense de Deficientes Auditivos (Amada) celebraram, na tarde desta terça-feira (30), na sede da secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos um convênio que irá beneficiar crianças e adolescentes com deficiência auditiva/surdez.
Trata-se do projeto “Fazendo o Bem”, da Amada, que, entre outras entidades, foi selecionada através do Edital 01/2014, lançado pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDDCA), para receber os recursos financeiros que irão possibilitar integração social, cultural e esportiva entre o público infanto-juvenil que possui deficiência auditiva.
Na oportunidade, os órgãos envolvidos assinaram o termo do convênio. A presidente da Amada, Marilene de Miranda Fernandes, falou do significado do projeto. “A promoção deste convênio representa muito. Aguardamos por ele desde que foi concebido e agora estamos celebrando a vitória, porque iremos proporcionar esporte, arte e cultura aos nossos assistidos, completando o trabalho que já realizamos com fonoaudiologia, psicologia, assistência social, implantes cocleares, aparelhos de amplificação sonora (Aasi) e muitos outros benefícios do governo federal que são oferecidos às pessoas com deficiência auditiva”, comemorou.
Segundo Marilene Miranda, o projeto nasceu para a inclusão de crianças e adolescentes com deficiência auditiva/surdez, incentivando-os no envolvimento coletivo e despertando-os para a consciência participativa, construtiva, emocional, neuromuscular e social. Além disso, visa melhorar o desenvolvimento da autoestima, possibilitar o acesso à prática esportiva, de reabilitação e competição e estimular a criatividade e autonomia, entre outras.
O presidente do FMDDCA, Rafael Amorim, destacou a função do órgão ao financiar projetos de cunho socioassistenciais direcionados às crianças e adolescentes, com recursos provenientes do município, já previstos no orçamento anual.
– O financiamento de projetos e ações de proteção especial ao segmento infanto-juvenil, que são definidos pela política pública da área social e indicadas pelo Conselho de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDDCA), torna-se importante na medida em que cumprimos nosso papel, viabilizando a inclusão de mais crianças e adolescentes aos direitos sociais – acrescentou.

 http://www.surdosol.com.br/convenio-beneficia-criancas-e-adolescentes-com-deficiencia-auditiva/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.