RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

sábado, 4 de julho de 2015

Carlos Gomes quer destinar recursos do esporte para a comunidade surda - BRASÍLIA

Também iremos propôr que o Esporte seja incluído entre as áreas a receber recursos do pré-sal, mas já observando a redefinição das instituições a serem contempladas.

Brasília (DF) – O deputado federal Carlos Gomes (PRB-RS) anunciou que vai apresentar uma proposta para incluir a Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS) entre os beneficiários da Lei Agnelo Piva, que destina 2% da arrecadação bruta das loterias federais, descontadas as premiações, para o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e para o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).
A matéria foi proposta em reunião, na última semana, entre o ministro do Esporte, George Hilton, e o presidente da CBDS, Gustavo Perazzolo. O encontro tratou da destinação de recursos para o desenvolvimento da prática de esportes voltadas aos surdoatletas que atualmente não são aceitos pelos órgãos técnicos, segundo Perazzolo.
George Hilton
Carlos Gomes quer incluir a Confederação Brasileira de Desportos de Surdos entre os beneficiários da Lei Agnelo Piva.
Carlos Gomes relata que diante da situação, as entidades são obrigadas a custear equipamentos de treinamento e a participação em eventos. “Também iremos propôr que o Esporte seja incluído entre as áreas a receber recursos do pré-sal, mas já observando a redefinição das instituições a serem contempladas”, planeja o republicano.
Também participaram da reunião o secretário nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Presidência da República, Antonio Ferreira; a vice-presidente da CBDS, Déborah Dias; o diretor-regional da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos do Rio Grande do Sul, Francisco da Rocha, e o representante da comunidade surda no Estado, professor Cristian Strack.
Surdolimíadas
O Comitê Internacional de Desportos do Surdos (ICSD) já organizou 23 Surdolimpíadas, sendo a primeira em 1993. Em 2013, na Bulgária, o Brasil alcançou a 37ª posição entre 108 países participantes. Composta por 33 integrantes, a equipe brasileira conquistou quatro medalhas e disputou seis modalidades, entre elas o Voleibol, primeiro esporte coletivo a contar com a participação do país. No ano passado, Caxias do Sul sediou a primeira edição dos Jogos Desportivos Sul-Americanos de Surdos, quando o Brasil chegou a marca de 51 medalhas (24 de ouro, 11 de prata e 16 de bronze). Mais de 500 surdoatletas competiram em oito esportes.

 http://www.surdosol.com.br/carlos-gomes-quer-destinar-recursos-do-esporte-para-a-comunidade-surda/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.