RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Reatech: novas tecnologias para pessoas com deficiência, setor que cresce a cada dia


Dados do último censo do IBGE apontam que o Brasil possui 46 milhões de pessoas com deficiência, o que corresponde a 24% da população. A deficiência visual é que atinge a maior parte da população (19%), seguida da motora (7%), auditiva (5%) e mental (1,4%)
Com o objetivo de expandir ainda mais o olhar da indústria e da sociedade sobre a realidade dos mais de 46 milhões de pessoas com deficiência no Brasil, a REATECH | Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, reforça o compromisso de trazer inovações em soluções de produtos, equipamentos e serviços, refletindo na melhoria da qualidade de vida e integração da sociedade e ao trabalho das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.
Maior evento da América Latina dedicado às pessoas com deficiência (PcD), a REATECH acontece de 09 a 12 de abril de 2015, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, reunindo durante quatro dias, a indústria nacional e internacional, representada por 300 marcas expositoras de aplicativos, adaptações veiculares, cadeiras de rodas elétricas, próteses e órteses, aparelhos auditivos, produtos ortopédicos, materiais hospitalares, distribuidores de produtos, educação, entidades públicas e privadas, entre outros, numa ampla oportunidade de negócios e relacionamento entre empresas do segmento, profissionais do setor e consumidores.
Com entrada gratuita, são esperados cerca de 45 mil profissionais da saúde, além do consumidor final, usuário deste mercado, que vem crescendo, desde 2002, acima de dois dígitos, em torno de 15 a 20% ao ano.
Para esta edição, a novidade da REATECH será a inclusão dos segmentos de obesos e idosos com mobilidade reduzida. O segmento das pessoas com deficiência tende a ser composto por pessoas mais velhas, refletindo o processo de envelhecimento da população brasileira. Também, para atender as necessidades dos visitantes, a feira terá manual em braille, piso podotátil, maior quantidade de banheiros adaptados e corredores mais largos, facilitando a visitação de todos que frequentarem o evento.
Segundo o diretor da Fiera Milano, Marco Antônio Mastrandonakis, há 14 anos, a REATECH fortalece todo este segmento que cresce a cada dia. “Reafirmamos nosso propósito de trabalhar de forma focada e objetiva pela promoção desse setor, incentivando a integração, a disseminação de conhecimento e aporte de novos equipamentos e tecnologias assistivas”.


 http://www.reatech.tmp.br/reatech-novas-tecnologias-para-pessoas-com-deficiencia-setor-que-cresce-a-cada-dia/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.