RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Servidores da UFLA ainda podem se inscrever no Curso de Língua Brasileira de Sinais

libras 

Servidores da Universidade Federal de Lavras (UFLA) que tenham interesse em fazer o curso básico de Língua Brasileira de Sinais ainda podem realizar as inscrições. Para participar do curso, o servidor deverá preencher a ficha de inscrição disponível na página da PRGDP e entregá-la na Secretaria da PRGDP, juntamente com a autorização da chefia.
De acordo com professora de Libras do Departamento de Educação da UFLA Erica Alves Barbosa Medeiros Tavares, a intenção é que cada órgão/setor da Universidade indique pelo menos um servidor para participar da capacitação. “Segundo o decreto 5.629, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais, as instituições devem dispor de, pelo menos, cinco por cento de servidores, funcionários e empregados capacitados para o uso e interpretação de Libras”, relata a professora.
Durante o curso será ensinado o alfabeto manual, a estrutura gramatical, além de diálogos e situações do cotidiano, dentre outras práticas. A carga horária do curso será de 80 horas (64 presenciais e 16 atividades extraclasse), sendo realizado até o dia 29 de junho. As aulas serão às segundas, quartas e sextas-feiras, das 17 às 19h.
O curso faz parte do Plano de Capacitação dos Servidores 2015, que possui o objetivo de proporcionar qualificação e desenvolvimento na carreira do servidor, o Plano faz parte da política de melhoria da qualidade institucional.
As atividades de capacitação e as ações para promoção da qualidade de vida definidas neste plano, bem como outras não previstas que ainda poderão ser oferecidas, serão organizadas, monitoradas e avaliadas pela Coordenadoria de Capacitação e Avaliação da Diretoria de Desenvolvimento de Pessoas da PRGDP.
Veja no Plano de Capacitação como a participação nesses cursos poderá refletir em sua carreira.
Plano de Capacitação 
O Plano, amparado pelo Decreto nº 5.825/2006, está estruturado em linhas de desenvolvimento que contemplam diferentes aspectos da administração pública, possibilitando o desenvolvimento de habilidades técnicas, administrativas e humanas.
A Pró-Reitoria espera, com os cursos, atingir melhorias na: produção (visando à melhoria na prestação de serviços pelo incremento das habilidades técnicas e gerenciais); adaptação (visando ao ajuste às mudanças no ambiente organizacional); socialização (visando a repassar os valores institucionais, apreender as percepções dos servidores, de modo a orientá-los quanto a normas e atribuições); e coordenação (visando a reduzir o conflito interno, estabelecer uma orientação de equipe, reforçar a comunicação e possibilitar a qualidade de vida no trabalho).

Fonte: http://www.ufla.br/ascom/2015/04/14/servidores-da-ufla-ainda-podem-se-inscrever-no-curso-de-lingua-brasileira-de-sinais/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.