RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

domingo, 8 de novembro de 2015

Aplicativos vão traduzir conteúdos

Planejamento e a UFPB disponibilizam versão mobile e plugins para navegadores do Tradutor Libras.

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) facilitarão a vida de 5,1% da população brasileira, que somam cerca de 10 milhões de pessoas com algum nível de surdez segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O conjunto de ferramentas computacionais já entregue pelo projeto é composto pelo VLibras-Desktop, VLibras-Plugin para os navegadores Chrome, Firefox e Safari e a nova versão do Dicionário de Libras com 7.484 sinais. Para 2016, serão agregados ao projeto a entrega do VLibras-Video e WikiLibras. O dicionário do VLibras também servirá de referência para transmissão de informações nos programas veiculados pelas emissoras de televisão no Brasil.
“É muito compensador estar na equipe de um trabalho assim, capaz de pensar e concretizar um projeto desta grandeza, que vai ajudar muita gente com dificuldade física, ao casar tecnologia e inteligência, gerando igualdade de acesso e de oportunidades a essas pessoas”, disse o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do MP, Cristiano Heckert.
O VLibras versão mobile já está disponível nas lojas da Google Play e na Apple Store. Além da versão para aparelhos móveis e da versão para desktop, a equipe do projeto entrega também plugins para navegadores, que irão permitir a execução do aplicativo VLibras sem precisar instalar diretamente na máquina local.
A fonoaudióloga da Secretaria de Saúde do Governo do Distrito Federal (SES/DF), Gabrielle Borges, considera o projeto um avanço no sentido de incluir o surdo na sociedade. “É fundamental divulgar o projeto para as unidades de saúde e escolas, pois muda a vida das pessoas e elas precisam saber que os aplicativos já existem e que já podem ser utilizados gratuitamente”, afirmou.
Processo colaborativo
O projeto é resultado de acordo de cooperação entre o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em seu Centro de Informática por meio do Núcleo de Pesquisa e Extensão do Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital, e conta ainda com o apoio do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.
O projeto VLibras permite que colaboradores possam participar do processo de desenvolvimento das ferramentas, seja por meio da adição de novos sinais, edição dos sinais existentes ou de todo o conjunto da Suite VLibrastornando o desenvolvimento mais produtivo. Todas as ferramentas são de código aberto e estão sendo disponibilizadas no Portal do Software Público.
Assista ao vídeo de demonstração, baixe a versão do VLibras:
http://vlibrasplayer.lavid.ufpb.br/.

http://www.surdosol.com.br/aplicativos-vao-traduzir-conteudos-para-pessoas-com-deficiencia-auditiva/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.