RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Feira com produtos para deficientes apresenta tradução online para surdos


Edição do dia 11/04/2014
11/04/2014 21h38 - Atualizado em 11/04/2014 21h38

Feira mostra que tecnologia está libertando cada vez mais as pessoas. Mas quem precisa dos equipamentos reclama do preço dos produtos.

Uma feira em São Paulo está apresentando produtos criados especialmente para pessoas com deficiência.
Mais do que perceber o mundo, as pessoas com deficiência querem participar mais dele. Em uma feira, em São Paulo, 300 expositores mostram novidades que ajudam a diminuir as limitações do deficiente.
Uma poltrona com controle remoto facilita o embarque e desembarque do carro. Para Anderson, que só se mexe do pescoço para cima, é a chance de dispensar um dos ajudantes. “Com esse sistema só uma pessoa me coloca. E eu fico bem mais confortável”, conta Anderson.
E para dar mais conforto e qualidade ao atendimento de surdos um programa de tradução online. A atendente na tela é real e, via internet, fala por sinais com o cliente. “Serve para bancos, para equipamentos de saúde, equipamentos de transporte, enfim todos os órgãos e serviços que tenham um atendimento para o público”, afirma um expositor.

A feira mostra que a tecnologia está libertando cada vez mais as pessoas da necessidade de usar as mãos, e em atividades importantes. Hoje, por exemplo, já é possível se sentar em frente a um computador e navegar na internet fazendo movimentos apenas com os olhos.

A máquina tem câmeras que captam e transformam os movimentos dos olhos em ordens para o teclado. “Posso enviar e receber e-mails. Além disso, a tela é touch screen então qualquer usuário pode tá ajudando com um toque”, afirma um outro expositor.
O problema é o preço. O computador é importado e custa R$ 25 mil. A poltrona do carro R$ 30 mil. A cadeira de rodas mais ágil, R$ 4 mil.
“Para você trocar no mínimo a cada dois anos é, para o brasileiro ainda é um pouco puxado”, afirma um deficiente participante da feira.
Quem precisa dos equipamentos reclama da falta de incentivo.
“As tributações para produtos voltados a pessoa com deficiência variam de 15 a 99%. Valores acessíveis é algo fundamental para inclusão e para acessibilidade da pessoa com deficiência”, explica especialista.

 http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/04/feira-com-produtos-para-deficientes-apresenta-traducao-online-para-surdos.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.