RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

domingo, 13 de abril de 2014

Escola promove integração de alunos surdos através do teatro, em RO


05/04/2014 19h55 - Atualizado em 05/04/2014 19h55

Grupo do ensino médio de escola de Guajará se prepara para 2º espetáculo. Novo texto, figurino e maquiagem é produzido pelos próprios alunos.

Dayanne Saldanha Do G1 RO
Gupo de teatro formado por atores surdos se prepara para segundo espetáculo, em Guajará-Mirim, RO (Foto: Arquivo pessoal)Gupo de teatro formado por atores surdos se prepara
para segundo espetáculo, em Guajará-Mirim, RO
(Foto: Arquivo pessoal)
Os jovens Matteus Ribeiro, Mateus Alves, Suziane Viriato e Ana Cristina Tamo fazem parte de um grupo de teatro especial de Guajará-Mirim (RO). Surdos, eles levam a platéia das lágrimas as gargalhadas, em um encenação cheia de expressão e emoção. Estudantes do ensino médio sa Escola Rocha Leal, os jovens recebem apoio da própria escola, dos colegas e da família. A intérprete, professora Ana Kelly, auxilia na escola e na vida pessoal dos meninos. Foi com o auxílio dela que os jovens atores falaram ao G1.
Em junho de 2013 os alunos foram procurados pela professora e membro da Associação Cultural Waraji, Patrícia Ribeiro, para a inclusão dos surdos no teatro e aceitaram a ideia. A primeira montagem foi a peça “Antes Preso”, de autoria e produção de Patrícia. Desde então, gostaram e seguem estudando. Mateus Alves conta que, a primeira vez que sentiu o arrepio vindo da vibração dos aplausos e risos das pessoas, ele não quis mais abandonar o teatro.
O grupo já se apresentou em várias escolas do município e no auditório do fórum da cidade. Matteus Ribeiro foi convidado para participar de um concurso de imitação em Ji-Paraná (RO). Nem um pouco tímido, ele posta vários vídeos cômicos no nas redes sociais e faz sucesso entre os colegas. Com 19 anos, ele fala dos planos para o futuro: “quero estudar teatro nos Estados Unidos, acho que lá fora eu teria mais oportunidade”, conta. Matteus diz adora sentir o riso das pessoas e diz que isso é um incentivo para continuar.
Já Mateus Alves diz que também quer seguir com o teatro e cursar, ainda, a faculdade de direito. Estudando o primeiro ano do ensino médio, ele espera que tenha mais apoio para chegar lá.
Suziane, além do teatro, revela uma outra paixão: a fotografia, que ela pretende seguir como carreira. “Hoje em dia eu já tiro muitas fotos. Gosto de ver as pessoas admirarem meu trabalho”, afirma a jovem de 20 anos. Já Ana Cristina ainda não decidiu o futuro.
Durante os ensaios, a trupe treina muito a expressão corporal e facial, a forma que eles conseguem transmitir emoção para o público. Em maio ele iniciam os ensaios para a continuação do primeiro espetáculo, o “Antes Preso II", escrita, desta vez, pelos próprios atores.
Para a professora e incentivadora do grupo, Patrícia, o talento é grande, mas que falta apoio para crescerem ainda mais. “Fazemos o que podemos para ajudá-los ,porque acreditamos muito nestes meninos. São realmente especiais", diz ela, salientando que toda a produção do espetáculo é feita pelo próprio elenco, como figurino, maquiagem e outros detalhes do cenário. "Fico feliz de ver que plantamos uma semente, e hoje ela brota com eles querendo caminhar sozinhos”, revela patrícia.

 http://g1.globo.com/ro/rondonia/noticia/2014/04/escola-promove-integracao-de-alunos-surdos-atraves-do-teatro-em-ro.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.