RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

sábado, 14 de junho de 2014

Fones de ouvido e música alta fazem jovens perderem a audição


Aparelho Auditivo Aparelhos Auditivos Fones de ouvido e música alta fazem os jovens perderem a audição
Estudos elaborados por universidades de todo o mundo mostram que a perda de audição tem se tornado cada vez mais comum entre a população jovem. A causa? A poluição sonora das ruas, as vozes e ruídos intensos no trabalho e o mais prejudicial e perigoso: o som alto que sai dos fones de ouvido conectados ao iPod ou aparelho MP3. De acordo com o otorrinolaringologista do Hospital Federal da Lagoa/RJ, Leopoldo Simões, nossos ouvidos são capazes de tolerar, sem danos, no máximo 80 decibéis por até oito horas diárias.  “Ouvir musica com volume muito alto pode ocasionar perda auditiva em virtude de lesão das células responsáveis pela audição localizadas na orelha interna. Com o fone é ainda pior, pois a fonte sonora está mais próxima à parte interior, ao passo que o som ambiente pode se dissipar”, afirma.
Simões diz que a perda auditiva gradual é comum a partir da terceira e quarta décadas da vida, tanto por fatores genéticos quanto ambientais. Com o abuso de tecnologias sonoras, os jovens acabam acelerando esse processo. Em alguns casos, o prejuízo não pode ser recuperado. “A perda de audição pode ser reversível dependendo da causa. O restabelecimento visa substituir a função  da estrutura acometida, fazendo com que a onda sonora seja transformada em onda elétrica até sua chegada ao córtex cerebral, onde teremos consciência do  som  captado no  ambiente”, explica o médico.
Sejam jovens ou com mais idade, todas as pessoas que trabalham com fones de ouvido – como os atendentes de telemarketing e recepcionistas – devem ficar atentas à saúde auditiva. “Eles  devem fazer rodízio de  orelha  a  cada  45 minutos  ou  hora  de  trabalho, para  descanso alternado.” Também é importante fazer exames de audiometria a cada seis meses ou anualmente, de acordo com o caso, e evitar ambientes com ruídos intensos.
O médico afirma ainda que é comum não perceber a perda de audição imediatamente e que muitas pessoas só descobrem o prejuízo auditivo quando o quadro está mais agravado. “Normalmente quem está começando a perder a audição não se queixa. Mas à medida em que o déficit aumenta, o indivíduo começa a reclamar que as pessoas estão falando baixo e que não consegue entender o que os outros falam. Na realidade, é a audição dele que já está em perda, pelo menos moderada.”. Ao perceber qualquer alteração no ouvido ou na audição, é imprescindível buscar ajuda de um otorrinolaringologista.
Fonte: www.blog.saude.gov.br
http://direitodeouvir.com.br/noticias-aparelhos-auditivos/perda-auditiva/fones-de-ouvido-e-musica-alta-fazem-jovens-perderem-a-audicao

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.