RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Os primeiros sinais de perda de audição

Os primeiros sinais de perda de audição
“A perda auditiva é tão gradual que às vezes um leigo não tem certeza se ela está ocorrendo ou não”. A afirmação é da fonoaudióloga Roberta Alves de Oliveira, da Direito de Ouvir – especializada em venda, manutenção e suporte técnico de várias marcas de aparelhos auditivos, pilhas e outros acessórios.
É por essa razão que é preciso estar atento a sinais que podem indicar o início do problema. Afinal, quanto antes forem tomadas providências e iniciado o tratamento, melhor para o paciente. “Dependendo da perda auditiva, ela pode ser recuperada”, explica, informando que algumas perdas auditivas são causadas por infecções no ouvido e podem ser tratadas com medicamento. Em outros casos, o tratamento é cirúrgico e, parte das vezes, há perda de células. “Neste caso, é irreversível. Mas quem define a causa e origem da lesão é o médico otorrinolaringologista e é este quem decide qual é o melhor tratamento”, informa. Por isso, é importante estar alerta para os sinais que mostram que é hora de consultar um especialista.
Nos bebês, a observação deve ser feita pelos ruídos que ele produz nos primeiros meses de vida. “É importante verificar se a criança faz ‘barulhinhos’ com a boca e se brinca com os sons, principalmente após os seis meses”, alerta a fonoaudióloga. Nas crianças, o desempenho escolar pode indicar perda auditiva, mas as brincadeiras também podem ser um indicador. “Deve-se prestar atenção se a criança solicita com frequência que algo que foi dito a ela seja repetido”, ressalta Roberta.
Em se tratando de adultos e idosos, eles próprios já têm condições de avaliar o surgimento do problema. Mas, a contribuição dos familiares é fundamental. “Geralmente, as pessoas afirmam que conseguem ouvir tudo, porém têm dificuldade em entender o que foi dito, principalmente quando estão em um ambiente onde há mais de uma pessoa falando. É de fundamental importância a opinião dos familiares que convivem com o paciente”, acredita a especialista. Ver TV ou ouvir música muito alta, pedir com frequência que algo que foi dito seja repetido e olhar para a boca de quem fala são sinais a serem considerados. Mas, explica Roberta, apenas a avaliação audiológica é capaz de detectar e quantificar a perda auditiva.
Sinais de perda auditiva – A seguir, a fonoaudióloga da Direito de Ouvir indica o ponto a ser considerado quando se suspeita de perda auditiva:
·                 Você sempre pede aos outros para se repetirem?
·                 Tem amigos ou familiares que dizem que você não ouve bem?
·                 Deixa a TV ou o rádio em volume mais alto do que os outros?
·                 Tem dificuldade em entender conversas com ruídos ao fundo?
·                 Tem dificuldades em acompanhar conversas em grupo?
·                 Tem dificuldade em identificar de onde os sons estão vindo?
“Se você respondeu sim a mais de três questões, você pode ter perda auditiva. Nesse caso, procure um especialista”, recomenda. 

 http://aparelhoauditivo.com/direito-de-ouvir/os-primeiros-sinais-de-perda-de-audicao/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.