RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

domingo, 4 de maio de 2014

PALESTRA "12 ANOS DA LEI 10.436/02: A LUTA POR UMA SOCIEDADE INCLUSIVA" - na 1ª Mostra de Educação: debates para um novo ensinar. JANUÁRIA 24/04/14



Realizei no dia 24 de abril, dia em que se comemorou 12 (doze) anos da Lei de Libras a  PALESTRA "12 ANOS DA LEI 10.436/02: A LUTA POR UMA SOCIEDADE INCLUSIVA", na 1ª Mostra de Educação: debates para um novo ensinar, no Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG) em JANUÁRIA. 

Em 24 de abril de 2002, foi sancionada a Lei 10.436. Desde então esta data é comemorada como uma conquista para a comunidade surda brasileira, pois, reconhece a Libras (Língua Brasileira de Sinas), como a língua própria e natural das pessoas surdas do Brasil e como meio legal de comunicação e expressão, assegurando seu uso e difusão.  Apesar do acesso igualitário a educação, trabalho, bens ou serviços, seja legalmente instituído em nossa sociedade, a realidade das pessoas com deficiência demonstra como nossa sociedade é excludente e como nossas políticas públicas são ineficazes.

 
O evento contou com a participação de graduandos de licenciatura da região, como os alunos do 8º período de pedagogia da Unimontes (campus Januária), da professora da Unimontes Ariadne Maria Gonzaga, do professor Paulo Robério Ferreira Silva,  que ministrou a palestra A Escola do Conhecimento e a (re)invenção de sentidos” onde discutiu-se a necessidade de se superar o modelo economicista de escola, sustentado pelo paradigma neoliberal, em favor de uma escola democrática que, fundada em uma educação integral, promoveria efetivamente as transformações sociais clamadas pela sociedade, dentre outros.



 





 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.