RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quinta-feira, 19 de março de 2015

Projeto torna obrigatória capacitação de professores em Libras - PIAUÍ

O Piauí possui um dos mais altos índices de deficientes do país
  Capacitação de profissionais da Educação  
 
Capacitação de profissionais da Educação
 
O deputado Evaldo Gomes (PTC) apresentou Projeto de Lei que torna obrigatória a capacitação de profissionais da Educação da rede estadual de ensino na Língua Brasileira de Sinais, Libras. O deputado destacou o alto índice de desemprego entre os deficientes, devido a pouca formação dessas pessoas, o que dificulta a entrada no mercado de trabalho.
Ele destaca que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em 2010, 4.730 dos piauienses não conseguiam ouvir de algum modo, 37.474 tinham grande dificuldade e 143.771 tinham alguma dificuldade de ouvir. Além disso, foi apontado que o Piauí possuía um dos mais altos índices de deficientes do país. “Esses números são de cinco anos atrás. Hoje ele deve ser bem maior. É preciso garantir não apenas a formação, mas a inclusão desses jovens nas escolas e nas universidades. Isso só pode ser feito com a qualificação de educadores e de um ambiente adequado para o atendimento aos alunos. A inclusão do deficiente auditivo deve ser integral”, ressalta Evaldo.
Ainda de acordo com o Instituto, em 2010, a população ocupada com pelo menos uma das deficiências investigadas representava 23,6% (20,3 milhões) dos totais ocupadas (86,3 milhões). Das 44 milhões de pessoas com deficiência em idade ativa (com 10 anos ou mais de deficiência), a maioria, 53,8% (23,7 milhões) estavam desocupadas ou não eram economicamente ativas.
Quando se observa o nível de instrução, a diferença é mais acentuada. A Universidade está mais distante para pessoas que possuem alguma deficiência. Para se ter ideia, apenas 6,7% das pessoas com mais de 15 anos com deficiência têm diploma de faculdade. Além disso, 61,1% da população de 15 anos ou mais com deficiência não tinha instrução ou tinha apenas o fundamental incompleto, proporção que caía quase à metade, para 38,2%, para as pessoas dessa faixa etária que declararam não ter nenhuma das deficiências investigadas. “Não restam dúvidas que a formação é essencial para a entrada no mercado de trabalho. Se está difícil para as pessoas ditas 'normais', imagina para os deficientes? É por isso que precisamos garantir as condições dessas pessoas terem mais oportunidades”, explica o deputado.
Depois de apresentado, o projeto segue para a análise das comissões e posterior votação no Plenário. Aprovado, o Projeto vai para a sanção do executivo estadual.

http://www.capitalteresina.com.br/noticias/educacao/projeto-torna-obrigatoria-capacitacao-de-professores-em-libras-26279.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.