RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Vereadora quer tradução em Libras nas sessões em SB

Germina defende que inclusão tem que ser para todos.

O presidente da Câmara barbarense, Kadu Garçom (PR), recebeu em seu gabinete na tarde desta terça-feira, a vereadora Germina Dottori (PV). Durante o encontro, que também contou com a presença de assessoras parlamentares e servidores efetivos do Legislativo, a vereadora sugeriu a implantação de medidas visando ao atendimento à Lei Brasileira de Inclusão, também chamada de Estatuto da Pessoa com Deficiência, que afirmou a autonomia e a capacidade desses cidadãos para exercerem atos da vida civil em condições de igualdade com as demais pessoas.
As duas sugestões iniciais da nova parlamentar, as quais já foram aprovadas pelo presidente do Legislativo e encaminhadas aos setores responsáveis para as devidas providências, são relativas à disponibilização de profissional para a tradução em LIBRAS (Linguagem Brasileira de Sinais) das sessões ordinárias, extraordinárias e solenes, assim como da realização de obras de acessibilidade no Plenário Dr. Tancredo Neves, o qual não permite o livre acesso a cadeirantes e demais munícipes com mobilidade reduzida. Essa última medida, Germina ressalta, também já havia sido sugerida pelo vereador José Luis Fornasari, o Joi (SD), na Legislatura passada.
“Durante minha candidatura, me comprometi a buscar, cada vez mais, uma cidade para todas as pessoas. Quero fiscalizar e garantir que a lei da inclusão seja aplicada no Município. Por isso, acredito que temos de começar dando o exemplo na própria Câmara Municipal, permitindo que pessoas com problemas de locomoção tenham fácil acesso ao Plenário e que aqueles com deficiência auditiva também consigam acompanhar as discussões entre os parlamentares”, afirmou.

http://www.surdosol.com.br/vereadora-quer-traducao-em-libras-nas-sessoes-em-sb/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.