RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Lei pretende tornar teatro e cinema acessíveis para surdos

A entrada em vigor da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2016), este ano, trouxe novo impulso para criação de normas estaduais em favor da acessibilidade. Esse é o caso, por exemplo, de uma matéria aprovada pela Assembleia e publicada em setembro passado.

PERNAMBUCO – A proposta foi elaborada pelo deputado Beto Accioly (PSL) e prevê a distribuição gratuita do texto impresso de peças teatrais e a exibição de filmes nacionais com legenda para surdos. Ele também é autor da legislação em benefício da pessoa com visão monocular, que passa a ser considerada uma deficiência visual. O parlamentar reafirma a luta pela inclusão social: “Acho que a gente tem que defender essa bandeira. São pessoas que realmente precisam e o Poder Público tem que estar sempre voltado a ajudar, de uma certa forma, a vida de todos os deficientes.”
A dificuldade de comunicação em espaços públicos é algo que o engenheiro florestal René Hutzler, 38 anos, conhece bem. Ele tem surdez profunda, o grau mais elevado da deficiência, e se viu prejudicado na Universidade Federal Rural de Pernambuco, onde não havia intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras). René solicitou à instituição que as aulas fossem traduzidas e foi atendido.
Além do português, ele fala alemão, faz leitura labial em espanhol e lê em inglês. Bem-informado e incisivo, René Hutzler alerta que não se deve usar a expressão surdo-mudo, denominação incorreta, uma vez que a mudez é outro tipo de condição.
O engenheiro integra o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência e ressalta que o direito à cultura não é plenamente exercido no País. Ele considera a nova lei prevendo teatro e cinema acessíveis um avanço importante: “Eu acho muito bom haver esse acesso à cultura e ao teatro para o surdo. Porque é muito importante para o surdo ter acesso à comunidade.”
René aponta que os espaços públicos em geral ainda carecem de adaptação para surdos, a exemplo dos hospitais, que não disponibilizam intérpretes de Libras. “Podem aparecer raramente nos hospitais infantis, eu só vi uma vez. Todo hospital deveria ter um intérprete, pois é muito importante para que o surdo possa se comunicar, ter acesso a remédio mais certo.” Para saber mais sobre a luta dos deficientes auditivos, visite a página da campanha da legenda em filmes nacionais:  www.legendanacional.com.br

http://www.surdosol.com.br/lei-pretende-tornar-teatro-e-cinema-acessiveis-para-surdos/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.