RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

domingo, 19 de outubro de 2014

Jovens surdos trabalham monitorando câmeras em Jundiaí

Deficientes foram contratados pela Guarda Municipal.
Concentração do grupo é maior do que os ouvintes.

Do G1 Sorocaba e Jundiaí
Jovens deficientes auditivos de Jundiaí (SP) estão trabalhando no monitoramento de câmeras da Guarda Municipal da cidade. Segundo o comando da guarda, os novos cotratados se concentram com mais facilidade que os ouvintes e o resultado positivo já apareceu no dia a dia.

Os olhos precisam ficar grudados na tela do computador. Rodrigo e Erivelton, que são deficientes auditivos, fazem parte da nova equipe. Eles observam o cotidiano da cidade e ao menor sinal de perigo, emitem o alerta.
Para trabalhar eles fizeram um treinamento. Depois foi feita uma adaptação na estação de trabalho. Quando é preciso passar alguma informação, o sinal luminoso é usado. "Por eles serem surdos, não se distraem com qualquer ruído externo ou conversa", diz a guarda Andréia Pontes.

No início do trabalho a equipe recebeu a primeira missão: encontrar um homem num bairro de Jundiai. Foram passadas as características, como altura e cor da roupa e em poucos segundos, o suspeito foi localizado.
A fonoaudióloga Flavia Muniz explica que a deficiência faz com que as pessoas desenvolvam uma habilidade especial. "Por usar demais esse sentido, ele fica aguçado, diferentemente de quem não tem essa necessidade", explica.
Com o sucesso do projeto, a equipe deve aumentar de quatro para seis deficientes auditivos. "Com esse trabalho que está sendo realizado com qualidade, nós podemos confirmar que é possível a inclusão", afirma o subcomandante Paulo Soares.
O trabalho também é importante para os funcionários com deficiência. " Eles percebem que no trabalho são todos iguais", diz a intérprete.
Concentração de deficientes é maior do que dos outros funcionários (Foto: Reprodução/ TV TEM) 
Concentração de deficientes é maior do que dos outros funcionários
 (Foto: Reprodução/ TV TEM)
 
 http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2014/10/jovens-surdos-trabalham-monitorando-cameras-em-jundiai.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.