RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

17º Encontro Nacional da Pastoral do Surdo será em Belo Horizonte

17º Enapas será realizado de 19 a 23 de janeiro, na Casa de Retiro São José.

logo1MINAS GERAIS – A Arquidiocese de Belo Horizonte, por meio do Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política e a Pastoral do Surdo, acolhe o 17º Encontro Nacional da Pastoral do Surdo (Enapas) e o 7º Encontro Nacional de Intérpretes Católicos (Encicat), promovidos pela Pastoral do Surdo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Pastoral do Surdo do Regional Leste 2 da CNBB (Minas e Espírito Santo).
Com o tema Protagonismo do surdo em sua Pastoral e lema Caminhando juntos, seremos mais fortes, o 17º Enapas será realizado de 19 a 23 de janeiro, na Casa de Retiro São José.
O encontro tem como objetivo trabalhar com a evangelização do surdo à luz das novas diretrizes 2016/2018 definidas, em conjunto, pela coordenação nacional e por dom Celso Marchiori, bispo de Apucarana (PR) e referencial da Pastoral do Surdo do Brasil. Essas diretrizes serão divulgadas para os participantes por meio de material, panfleto, palestras, cursos de formação.
Programação:
19 de janeiro
14h – Acolhida e credenciamento
18h30 – Oração de abertura
20h30 – Abertura do evento
22h30 – Oração da noite
20 de janeiro
7h – Missa
8h – Café da manhã
8h30 – Comunicados
9h – Palestra: Sejamos um para que o mundo creia (Jo 17,21)
10h30 – Intervalo
10h50 – Palestra: Desafios e conquistas da Pastoral dos Surdos no Brasil
12h – Almoço
13h30 – Dinâmica
13h45 – Palestra: As redes sociais e as novas tecnologias a favor da Pastoral do Surdo
15h10 – Bate papo em grupos: O povo surdo e a Igreja – Construindo comunhão
16h – Lanche
16h30 – Apresentação dos grupos
17h30 – Intervalo
19h – Jantar
20h30 – Comunicados
20h45 – Apresentação dos regionais
22h50 – Oração da noite
21 de janeiro
7h – Missa
8h – Café da manhã e divisão dos grupos
9h – Palestra: Liderança surda – como ser milagre na Pastoral
9h – Palestra: Pastoral do Surdo e a missão do TILS na Igreja
10h – Palestra: Reflexões sobre o trabalho do surdo na Pastoral – como posso servir?
10h – Palestra: A (não) neutralidade do TILS católico
10h30 – Intervalo
10h45 – Palestra: Vocação do surdo na Igreja
10h45 – Palestra: Liturgia Pastoral – traduzindo o mistério e a fé aos surdos
12h – Almoço
13h30 – Dinâmica
14h – Palestra: O surdo evangeliza o surdo
14h – Palestra: Musicalidade na liturgia – desafios e possibilidades
15h15 – Oficina:
15h15 – Oficina:
16h – Lanche
16h45 – O surdo é chamado à santidade
16h45 – Continuação da oficina de tradução sobre musicalidade na liturgia
17h15 – Apresentação dos grupos e discussão sobre os temas do dia
17h15 – Palestra: Um olhar sobre a formação de Libras em atividades religiosas – relato de experiência
18h – Intervalo
19h – Noite cultural
23h – Oração da noite
22 de janeiro
7h – Missa
8h – Café da manhã
8h30 – Discussão e reflexão sobre a coordenação nacional e orientações sobre as eleições
9h – Palestra: O anúncio do Evangelho na comunidade surda nos dias de hoje
10h30 – Intervalo
10h45 – Palestra e debate: Guia interpretação: o surdo-cego na Pastoral do Surdo
12h – Almoço
13h – Passeio
19h – Retorno e intervalo
20h – Jantar
21h – Eleições e oração da noite
23 de janeiro
7h30 – Café da manhã
8h30 – Palestra: Comunidade surda – liderança e compromisso
9h30 – Dinâmica
10h – Missa presidida por dom Edson Oriolo
12h – Almoço
A Casa de Retiros São José fica na Av. Itaú, 475 – Dom Bosco – Belo Horizonte/MG. Informações: enapasbh2016@gmail.com
Fonte: Arquidiciose de Belo Horizonte

http://www.surdosol.com.br/17o-encontro-nacional-da-pastoral-do-surdo-sera-em-belo-horizonte/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.