RYBENINHA

RYBENINHA
SINAL: BEM -VINDOS

DÊ-ME TUA MÃO QUE TE DIREI QUEM ÉS



“Em minha silenciosa escuridão,
Mais claro que o ofuscante sol,
Está tudo que desejarias ocultar de mim.
Mais que palavras,
Tuas mãos me contam tudo que recusavas dizer.
Frementes de ansiedade ou trêmulas de fúria,
Verdadeira amizade ou mentira,
Tudo se revela ao toque de uma mão:
Quem é estranho,
Quem é amigo...
Tudo vejo em minha silenciosa escuridão.
Dê-me tua mão que te direi quem és."


Natacha (vide documentário Borboletas de Zagorski)


SINAL DE "Libras"

SINAL DE "Libras"
"VOCÊ PRECISA SER PARTICIPANTE DESTE MUNDO ONDE MÃOS FALAM E OLHOS ESCUTAM, ONDE O CORPO DÁ A NOTA E O RÍTMO. É UM MUNDO ESPECIAL PARA PESSOAS ESPECIAIS..."

LIBRAS

LIBRAS
" A Língua de Sinais é, nas mãos de seus mestres, uma linguagem das mais belas e expressivas, para a qual, no contato entre si é como um meio de alcançar de forma fácil e rápida a mente do surdo, nem a natureza nem a arte proporcionaram um substituto satisfatório." J. Schuyler Long

LIBRAS

LIBRAS
"Se o lugar não está pronto para receber todas as pessoas, então o lugar é deficiente" - Thaís Frota

LIBRAS

LIBRAS
Aprender Libras é respirar a vida por outros ângulos, na voz do silêncio, no turbilhão das águas, no brilho do olhar. Aprender Libras é aprender a falar de longe ou tão de perto que apenas o toque resolve todas as aflições do viver, diante de todos os desafios audíveis. Nem tão poético, nem tão fulgaz.... apenas um Ser livre de preconceitos e voluntário da harmonia do bem viver.” Luiz Albérico B. Falcão

PEDAGOGIA SURDA

PEDAGOGIA SURDA
PROFESSOR BILÍNGUE

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS

QUANDO EU ACEITO A LÍNGUA DE SINAIS
“ A língua de sinais anula a deficiência e permite que os surdos constituam, então, uma comunidade lingüística minoritária diferente e não um desvio da normalidade”. Skliar

quarta-feira, 8 de abril de 2015

UNIR realiza primeiro colóquio de pesquisas sobre surdez

unir 

Rondônia – Acontece no próximo sábado, dia 11 de abril, o I Colóquio: Pesquisas atuais na área de surdez, promovido pelo Departamento de Línguas Vernáculas (DLV) da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR). O evento será realizado no auditório da UNIR-Centro, das 13h às 19h. As inscrições são gratuitas e serão feitas no local.
O seminário tem por objetivo divulgar pesquisas realizadas na área da educação e surdez, apresentando os referenciais culturais da comunidade surda em geral por meio da socialização dos conhecimentos na área, conforme explicou a professora Marília Pimentel, chefe do DLV.
“Pretendemos oferecer um espaço de socialização de conhecimentos entre surdos e ouvintes. As pesquisas na área da surdez são recentes no Brasil, por isso, é importante conhecê-las a fim de fomentar a cultura e identidade surda e sensibilizar a sociedade para as diferentes formas de perceber e pensar o mundo”, disse a professora.
Segundo a professora, a socialização das pesquisas atuais na área da surdez na região Amazônica e em outros locais do país estimula a comunidade surda e ouvinte a voltar-se ao campo de pesquisa nesta área, além de incentivar o ingresso nos programas de Mestrado e Doutorado. “O evento propiciará a reflexão sobre pesquisas atuais na área da surdez, possibilitando conhecer as diferentes visões do mundo surdo e ouvinte, assim como o conhecimento da amplitude do campo de pesquisa da língua surda”, finalizou.
Entre os temas abordados no colóquio estão: Representações culturais dos surdos na literatura surda; As falas do silêncio: narrativas da história de Rondônia em LIBRAS; Os desafios da formação docente na aprendizagem dos alunos com surdez na rede municipal de Ji-Paraná; Os desafios da implantação do curso de Letras Libras; e Os desafios do professor surdo no Ensino Superior.
O evento é coordenado pelo professor surdo Amarildo João Espíndola, do Departamento de Línguas Vernáculas da UNIR, e contará com a participação de professores pesquisadores da UNIR, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), além de mestrandos da UNIR.

Fonte: http://www.rondoniadinamica.com/arquivo/unir-realiza-primeiro-coloquio-de-pesquisas-sobre-surdez,90478.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE AQUI NO BLOG!!!
SEU COMENTÁRIO FAZ TODA DIFERENÇA!!!

Um comentário é o que você pensa, sua opinião, alguma coisa que você quer falar comigo.

BJOS SINALIZADOS.